Este ano foi repleto de desafios e mudanças, e isso impactou a maneira como o CAD está sendo aplicado. As empresas estão tendo que fazer mais com menos - menos funcionários e menos espaço - além de trabalhar remotamente, sempre que possível. Felizmente, as grandes tendências para 2020 se prestaram bem a isso. Aqui estão cinco importantes tendências tecnológicas que devem ser lembradas.

1 CAD na Nuvem

Tradicionalmente, o software CAD é hospedado em servidores locais. Isso geralmente prejudica empresas menores, pois aumenta o custo inicial necessário. Também pode dificultar a colaboração com contratados ou fornecedores remotos, pois eles podem não ter acesso aos mesmos programas que você.

Tendências de CAD tech 2020
Foto por ThisisEngineering RAEng em Unsplash

Recentemente, no entanto, isso começou a mudar. À medida que mais coisas se movem para a nuvem, de software de call center até testes de segurança, muitas empresas começaram a usar Software CAD executado na nuvem. Isso reduz o custo necessário, pois você não precisa ter um grande departamento de TI ou muito hardware no local. Houve alguma preocupação com a segurança, mas os avanços na tecnologia em nuvem levaram a grandes saltos em relação à segurança. É importante notar que também há riscos de segurança na hospedagem no local - quanto mais tecnologia você tiver, mais tentador será o alvo dos ladrões. Espere investimentos nessa área que leve a muitas mudanças na forma como seus negócios funcionam - especialmente quando se trata do papel do CIO e dos CSO's.

Ao migrar para a nuvem, você não apenas reduz os custos, mas também aumenta a acessibilidade. Sua equipe não precisa mais se basear em um local físico, oferecendo maior flexibilidade. Isso também facilitará a busca de talentos - basta investir em um Servidor VoIP e soluções CAD baseadas-na-nuvem, e você não estará mais limitado a limites geográficos.

2 Design Generativo

Os avanços na inteligência artificial estão por toda parte, desde o atendimento ao Cliente até a pesquisa médica. Para usuários de CAD, a I.A. se destaca no campo do Design Generativo. Design Generativo significa que você não projeta mais algo e precisa analisá-lo meticulosamente em relação a todos os possíveis materiais, métodos e outras variáveis. Em vez disso, você pode entrar com seu projeto e aplicar filtros com base em itens como custo e suprimento e observar como ele gera versões otimizadas.

A empresa automotiva japonesa, Denso, usou isso com grande efeito ao redesenhar uma ECU, Unidade de Controle do Motor, também conhecida em português como Centralina. Eles queriam reduzir os materiais utilizados, aumentar a eficiência de combustível e usar um design generativo que levou à redução de peso em 12% em comparação com o modelo existente.

O design generativo pode ajudar tudo o que você faz a ser um pouco mais eficiente. Você pode usar os materiais com mais eficiência e otimizar seus projetos para uma variedade de situações diferentes. Como mudar para a nuvem, também pode ajudar na sua busca de talentos - os engenheiros em início de carreira podem obter coisas que geralmente levam anos de experiência com tentativa e erro para aprender.

3 Manufatura Aditiva

A manufatura aditiva é um método exclusivo para a construção de objetos, uma camada fina por vez. Ele pode reduzir a quantidade de material necessário e permitir que você aproveite formas incomuns - uma comum sendo uma estrutura de treliça no lugar de algo que normalmente seria sólido. Ao combinar esse método inovador de construção com as estruturas otimizadas criadas por meio de um projeto generativo, você pode criar produtos de ponta que seriam impossíveis de criar de qualquer outra maneira!

Tendência de tecnologia de impressão 3d 2020 cad
Foto por Amin Hasani em Unsplash

Anteriormente, a fabricação aditiva era limitada por sua velocidade - pode levar muito tempo para construir até um único objeto usando esse método. No entanto, à medida que as impressoras avançam, o tempo necessário para imprimir qualquer objeto fica cada vez menor - fazendo com que muitas equipes de DevOps's reconsiderar e começar a integrá-lo ao fluxo de trabalho.

4 Modelagem e Impressão 3D

A modelagem 3D tem muitas vantagens sobre os esboços 2D. É mais fácil ver a aparência de um produto acabado, tornando-o mais direto, tanto para o designer quanto para a equipe de vendas. Em vez de precisar criar um modelo físico, a modelagem CAD tem os mesmos benefícios, mas com menos despesas. Os designers podem ter uma ideia melhor de seus produtos acabados, e a equipe de vendas pode tirar proveito desses modelos para exibir os produtos a clientes em potencial.

Essa tendência vem crescendo gradualmente nos últimos anos e parece continuar. À medida que a impressão 3D se torna mais comum, é mais fácil acessar. Esse aumento na disponibilidade significa que eles podem ser usados para transformar rapidamente seus modelos 3D em protótipos, permitindo testes e aprimoramentos rápidos.

No nível industrial, muitas empresas também estão pagando pelos arquivos digitais dos modelos CAD e imprimindo-os. Se você projeta e vende peças, isso pode exigir uma mudança nas suas táticas de marketing, oferecendo opções para comprar os modelos digitais e as peças físicas. Você precisará manter um olhar atento nas tendências para eCommerce, não apenas a manufatura/fabricação.

Topografia de modelos civis de impressão 3d
Foto por Impressora ZMorph Multitool 3D em Unsplash

À medida que se torna mais comum e os preços caem, muitas pessoas terão acesso a impressoras 3D que talvez não o tivessem feito antes. Eles podem comprá-los em casa ou acessá-los através de bibliotecas, universidades ou esquemas de compartilhamento locais. Esse mercado doméstico relativamente novo oferece muitas oportunidades interessantes, se você jogar suas cartas corretamente. Passar algum tempo renderizando seus modelos em detalhes, para mostrar aos clientes em potencial a aparência deles quando impressos, e não somente como um modelo em uma tela.

5 Arquitetura e Arquivos BIM

A tendência final para 2020 é o aumento no trabalho com arquivos BIM. Arquivos BIM - Modelagem de Informações da Construção ou Materiais de Informações da Construção - são hoje um padrão no campo da arquitetura. Se você puder oferecer seus modelos como esse tipo de arquivo abrirá um novo mundo de clientes em potencial. Vai fazer prospecção por eMail muito mais fácil, pois mostra que você está ciente das necessidades deles.

Ao fornecer esses arquivos, os arquitetos podem colocar produtos com precisão em seus projetos. Se eles puderem importar um modelo exato dos elementos estruturais que você oferece - como janelas e portas, por exemplo - é mais provável que você o escolha, pois já visualizou o design com essas peças em mente.

Tê-los disponíveis nesse formato também significa que eles podem identificar possíveis problemas no estágio de design. Isso permite que você encontre soluções com antecedência, e não durante o estágio de instalação. Com muitas empresas focadas nos campos de manufatura, a ramificação em empresas direcionadas à arquitetura lhe dará a vantagem.