Praticamente todas as principais aplicações inovadoras em IA de que você já ouviu falar - carros autônomos, computadores móveis, etc. - dependem de algoritmos de aprendizado de máquina. Essa mudança na última década foi possível graças ao advento do Big Data. O poder de computação e o armazenamento em PCs individuais cresceram exponencialmente. Hoje em dia, milhões de servidores conectam tudo pela internet. Finalmente, após cinquenta anos de pesquisa matemática, temos as ferramentas para construir algumas aplicações de aprendizado de máquina realmente interessantes.

O que o aprendizado de máquina pode fazer para o Projeto Auxiliado por Computador (CAD)?

O problema

Um grande problema no CAD é o aumento da complexidade. O aprendizado de máquina é uma solução possível. Você poderia treinar o computador para entender o que é similar em seu desenho e tratá-lo da mesma maneira. O computador é um assistente de interpretação inteligente, que pode ajudar com tarefas repetitivas. Pode até mesmo ajudar a reduzir a quantidade de erros no seu modelo ou sugerir alternativas adequadas para bibliotecas extensas.

I.A. no BricsCAD

No BricsCAD, o designer sempre tem a palavra final. O projetista pode reverter, anular ou simplesmente descartar qualquer sugestão de design como desejar. Neste ponto, o BricsCAD já possui classificação automática de elementos básicos de construção baseados na geometria de um sólido em BIM. Por exemplo, o reconhecimento automático de se algum modelo (importado) é uma chapa de metal ou as sugestões inteligentes do quad. No BricsCAD, você pode encontrar a IA em nossos solucionadores de restrições e recursos de reconhecimento de sólidos.

Mas o que nós estamos realmente imaginando vai muito além

Imagine que você começa com a geometria e pode transformá-la em um modelo BIM completo com o auxílio da Inteligência Artificial pelo aprendizado de máquina, em apenas cinco etapas.

classificar elementos de construção

1. Classificar automaticamente os sólidos, como elementos de construção

O BricsCAD começo detectando paredes, lajes e colunas. E aos poucos foi estendendo para incorporar tipos mais especializados, como compósitos (paredes cortina, escadas, telhados etc.) e subtipos (paredes internas e externas, lajes de telhado, portas frontais, etc.). E já pode separar automaticamente pavimentos e edifícios.

 

2. Reparar o modeloReparação AI

A IA pode reparar erros de modelagem, como pequenas lacunas entre sólidos, ou outros pequenos erros, quando treinada para isso. É claro que, se o seu projeto é feito para ter pequenas lacunas entre as paredes, essas devem ser ali deixadas.

 

3. Conexões inteligentesconexões inteligentes

O BIM permite adicionar mais detalhes a um modelo: conexões detalhadas, tipos de janelas, etc. Se for preciso adicionar todos esses detalhes manualmente é fácil enganar-se em alguns locais. Quando você especifica a conexão entre o teto e a parede externa em um único local, o computador vai apontar para todos os locais onde ele precisa ser aplicado.

 

4. Sugerir alternativaAlternativas AI no BricsCAD

A IA pode sugerir alternativas aplicáveis. Imagine que um fabricante tenha descontinuado a série de janelas que você tinha em mente e que todas as janelas precisem ser trocadas. A IA pode aplicar de forma inteligente uma nova alternativa a todos os locais apropriados.

 

Comando inteligente "estilo de cópia" BricsCAD

5. Comando inteligente de “estilo de cópia”

Você pode instruir a IA a observar os projetos para os quais você aponta enquanto copia e aplica de maneira inteligente certos elementos de estilo, como materiais de parede, alturas de pavimentos e estilos de janela, ao seu projeto atual. Mesmo sem ter que atribuir manualmente centenas de classificações e atribuições (e potencialmente deixar de lado algumas). Esta ação pode funcionar em dois cliques do mouse. O primeiro clique te dá o modelo sugerido e no segundo você o aprova.

Em suma, é assim que pensamos que um fluxo de trabalho BIM deve e poderia parecer em alguns anos. Essas ideias também são transferidas para outros mercados de CAD: você começa com a modelagem (ou importação) de alguma geometria simples e obtém assistência para torná-lo um modelo completo de Design e Dados Auxiliados por Computador.