Eu sou tendencioso a fazer tal proclamação? Sim. Consigo justificar? Sim.

Eu afirmo isso com orgulho e convicção. Embora eu seja Americano, Gent (Ghent) ainda é minha cidade. Eu cresci bem no seu centro histórico; ainda tem minha alma. Eu conheço todos os seus cantos, eu ainda falo seu dialeto peculiar. Então, novamente, é por isso que todo arquiteto deve visitar Ghent.

Aqui está uma pequena prévia em vídeo...

Arquitetura?

Ghent é o centro cultural e histórico da região de Flandres, na Bélgica. Poucas cidades européias podem reivindicar quatorze séculos de uma rica e valiosa história arquitetônica, Ghent pode. Não estamos falando de remanescentes de cavacos de madeira em antigo assentamentos… Ghent é rica em abadias, catedrais, castelos, associações, utilidades e edifícios industriais, que remontam ao século 7, e representam todas as técnicas possíveis de construção e períodos arquitetônicos, desde Romano para Gótico, da Renascença para Barroco e RococóArt Nouveau para Ecletismo e Clássico Renovado, todo o período Modernista , até alguns dos novos projetos contemporâneos mais interessantes, todos a curta distância um do outro. Eles são uma expressão de um país na intersecção dos principais impérios europeus e de todos os principais períodos, às vezes turbulentos, sócio-políticos e culturais. Para uma breve história da cidade clique aqui --//trad mjp0419. Para uma lista das muitas estruturas que valem a pena ver clique aqui --//trad mjp0419.

Se você projeta embaixadas e instalações de alta segurança...

Gravensteen

Gravensteen em Ghent

O Gravensteen (Castelo dos Condes) deve ser sua primeira parada. A construção do baluarte medieval foi iniciada no século 10 por Arnulf I, Conde de Flandres. A maior parte do projeto atual, de Motte e Bailey, com fosso aberto para o rio Leie, foi concluída no início do século XIII. Ainda permanece em toda sua glória, uma fortaleza enorme. Não para os fracos de coração, o Gravensteen também apresenta um Museu de Objetos Judiciais – um eufemismo para Museu de Tortura. Tem uma enorme coleção de algemas seculares, grilhões, colares de ferro, legholds, parafusos de polegar, restrições de pescoço, rodas de tortura e cremalheiras, bem como guilhotinas. Para os arquitetos de hoje, gostaríamos de adicionar o Autodesk Revit à coleção de dispositivos de tortura contemporâneos. Isso ainda está sob revisão judicial. Eu estou divagando...

Se você está nas áreas da engenharia estrutural e acústica

Sint Baafskathedraal

Ponte em Ghent

A majestosa Catedral de Saint Bavo (Sint Baafskathedraal) é uma catedral gótica de 100 m de altura que, juntamente com o Campanário - classificado como patrimônio mundial pela UNESCO - e a Igreja de São Nicolau, adornam a cidade como As Três Torres. Uma visita deixa você impressionado sobre como essas estruturas maciças, com intrincada atenção detalhada à luz e ao som, poderiam ter sido projetadas com as ferramentas de engenharia disponíveis na época. A acústica excepcional também a torna o local ideal para concertos clássicos. Enquanto estiver dentro da igreja, visite o mundialmente famoso Ghent Altarpiece (Adoração do Cordeiro Místico) pintado por Hubert e Jan van Eyck por volta de 1432, e pelo singular púlpito rococó.

Pavilhão da Cidade

 Prefeitura de Ghent

Aninhado entre as três torres você encontrará o Pavilhão da Cidade projetado pelos arquitetos Robbrecht & Daem, uma impressionante estrutura moderna com telhado de vidro, madeira e concreto que é tanto amado quanto odiado, mas ainda assim notável. Também vale a pena ver o Royal Dutch Theatre (NTGent) e o prédio da Prefeitura do século XVI, uma mistura de estilos góticos e renascentistas.

Sint-Michielsbrug

Rio em Ghent

Desesperado por outra igreja gótica? Apenas atravesse a ponte de São Miguel (Saint Michael). Enquanto caminha, examine o impressionante edifício eclético dos Correios, com sua torre do relógio peculiar e, claro, o mundialmente famoso Graslei e Korenlei, com suas muitas casas de guildas medievais e o renovado Velho Mercado do Peixe. O Korenstapelhuis remonta ao século 12 e apresenta a mais antiga empena de degraus de coroas conhecida. Em uma linha, você pode ver nove séculos de evolução arquitetônica "harmoniosa". Preste muita atenção e também verá as casas mais pequenas (Tolhuisje) e as mais estreitas de Ghent. Do outro lado da ponte, a Igreja de São Miguel também apresenta um rico interior neogótico e barroco e numerosas pinturas e esculturas de mestres famosos, incluindo "Christ on the Cross", de Anthony Van Dyck.

Pronto para o almoço? Pare pelo Pakhuis, uma estrutura de armazém em aço, da virada do século, que foi transformada em um restaurante elegante.

Technicum

structure Ghent

Ao lado do Technicum da Universidade de Ghent, uma estrutura principalmente de aço, projetada em 1934 pelo engenheiro e prof. Gustave Magnel, famoso por sua pesquisa em concreto armado e protendido, e que abriga o Laboratório Magnel de Pesquisa de Concreto, até hoje faz parte do Departamento de Engenharia Estrutural da Universidade de Ghent.

De Krook

Biblioteca De Krook em Ghent

Pronto para uma obra de arte estrutural contemporânea? Do outro lado da água, você encontrará a nova De Krook, um edifício monumental projetado pela empresa de arquitetura de Ghent, Coussée & Goris Architecten e pela firma espanhola Aranda Pigem Vilalta Arquitectes. É uma gaiola de vidro invertida, com vigas de aço colocadas horizontalmente no exterior, que imitam o ritmo do ambiente. Nota. O projeto De Krook foi gerenciado inteiramente no Bricsys 24/7.

Não por sua arquitetura, mas vale a pena mencionar para os audiófilos, o Centro de Gravação de Som Steurbaut nos arredores da cidade, é amplamente conhecida no mundo da música clássica. Seu estúdio de gravação tem incrível espaço e acústica e é, portanto, tem sido uma escolha frequente de conjuntos dos Estados Unidos e Japão, bem como gravadoras como a Deutsche Grammophon, Philips e Decca.

Também digno de nota é o filho nativo de Ghent, Victor Horta, que foi pioneiro no uso de ferro e aço no estilo Art Nouveau para uma variedade de belos edifícios, como o Hotel Tassel, o Hotel Solvay, e o Horta Museum. Enquanto Ghent apresenta muitas estruturas residenciais Art Nouveau dignas de serem vistas, apenas três projetos menos conhecidos levam seu nome.

Esta é apenas uma pequena amostra das muitas maravilhas arquitetônicas que Ghent tem para oferecer. Para baixar um guia gratuito em PDF de tudo o que há para ver em Ghent clique aqui --//trad mjp0419.

Ghent para o lustre da história dos EUA

Os americanos sempre ficam surpresos ao descobrir o papel importante que esta cidade distante desempenhou na formação e na história dos Estados Unidos da América. Alega-se que os Estados Unidos têm uma dívida de independência com esta cidade Flamenga. De acordo com o professor Stephen Lucas, da Universidade de Wisconsin, em Madison, a fonte primária das palavras, frases e ideias incorporadas na Declaração de Independência dos EUA foi derivada de forma esmagadora de “De Plakkaat van Verlatingh”, uma declaração de independência emitida 200 anos antes por uma assembleia das 17 províncias e cidades - especialmente Ghent, na época uma das maiores e mais ricas cidades do norte da Europa - agora mais ou menos equivalente à moderna Benelux, rejeitando o governo de Filipe II, filho espanhol do imperador Carlos V, nascido em Ghent. Um de seus principais autores foi Jacques Tayaert, um pensionista da cidade de Ghent.

Mais tarde, o Tratado de Ghent foi o tratado que terminou a Guerra de 1812 entre os Estados Unidos da América e o Reino Unido da Grã-Bretanha e Irlanda. Ambos os lados assinaram em 24 de dezembro de 1814 em Ghent. Parte do edifício onde ocorreu a assinatura do tratado ainda está de pé, atrás da loja “Esprit” na rua comercial Veldstraat.

UCO tower Gent in BricsCAD BIM

Gent também é a casa do BricsCAD BIM

Não deve surpreender que, sendo rica em história industrial e arquitetônica, Ghent seja também o centro da grande pesquisa e inovação em design. Sua Escola de Arquitetura Sint-Lucas é conhecida como a maior escola de arquitetura na Bélgica, com a maioria dos principais designers de interiores belgas, arquitetos de interiores, arquitetos, urbanistas, artistas e pesquisadores que atualmente lecionam lá. Durante vários anos, a Bricsys utilizou seu mais alto talento criativo para ajudar a moldar o futuro do design arquitetônico. O resultado foi BricsCAD BIMBricsys 24/7, e as muitas inovações na modelagem direta 3D, interfaces de design (por exemplo, Quad), Building Information Management (BIM) e o uso de inteligência artificial no projeto arquitetônico. A Bricsys está alojada na torre UCO, uma maravilha atemporal da arquitetura industrial modernista, projetada em 1959 por T. Kelter e H. Feltes.

Pronto para uma visita? Ghent vai receber você de braços abertos.

Para mais informações sobre monumentos e arquitetura para ver em Ghent clique aqui --//trad mjp0419.

Para arquitetos, engenheiros e designers que querem experimentar BricsCAD BIM grátis for 30 dias. Fala download aqui.

 

Fotos por: