No último post da Confraria dos Gerentes do CAD falamos sobre a configuração das estações de trabalho BricsCAD, configurados e prontos para começar a executar trabalhos de produção. Mas antes de levar o BricsCAD para a produção completa, algum treinamento será necessário, e você precisa se preparar para isso. Neste artigo vamos examinar uma abordagem que eu gosto de chamar de “Campo de Provas” para deixar o BricsCAD pronto para o regime de produção completo. Vamos ver como.

Crie um Campo de Provas de BricsCAD

O que é um campo de provas? você pode perguntar. Um campo de provas é simplesmente um local onde você pode testar novos softwares em um ambiente controlado e corrigir quaisquer problemas encontrados antes de lançar o software para a comunidade de usuários. Assim como as empresas automobilísticas testam seus carros bem antes do uso público, devemos testar nossa implementação do BricsCAD em um ambiente de campo de testes controlado.

Para construir o campo de provas, precisaremos de alguns usuários - pilotos de teste - que estejam dispostos a colocar o BricsCAD em testes reais de produção e fornecer feedback ao gerente de CAD. Mas, mais do que apenas pilotos de teste, esses usuários também estarão testando nossos métodos de treinamento, já que eles serão os primeiros a usar recursos de treinamento, como os livros, documentos de padrões ou vídeos de aprendizado. O campo de testes do BricsCAD, portanto, torna-se o local ideal para que o gerente de CAD consiga testar um novo software, verificando os planos de treinamento e construindo uma base de usuários experientes que irão ajudar durante a implementação.

Primeiro - Encontre os Pilotos de Teste

Instalação do BricsCAD

O campo de provas será tão bom quanto os pilotos de teste que você recrutar. Pilotos para teste de software são uma espécie especial de usuário que sabem que estarão explorando o desconhecido, e estão animados em fazer parte desse grupo. Todo piloto de teste deve exibir os seguintes traços para ser bem sucedido:

  • Forte desejo de aprender um novo software
  • Calma quando confrontado com problemas
  • Capacidade de comunicar problemas claramente ao gerente de CAD
  • Desejo de seguir os testes até que estejam terminados

Como gerente de CAD, descobri que escolhendo uns poucos pilotos de teste me permitiu localizar qualquer coisa que eu precisasse corrigir, de forma rápida e eficiente e - mais importante - sem ter que dar suporte à equipe inteira de produção.

A maioria dos gerentes de CAD tem uma boa idéia de quem podem ser seus pilotos de teste, então agora é a hora de deixá-los animados com o BricsCAD.

O Ambiente do Campo de Provas

Aqui estão os requisitos mínimos para uma instalação de campo de provas:

Dê a eles uma configuração real do BricsCAD. Os pilotos de teste devem receber seu BricsCAD totalmente configurado e personalizado para trabalho de produção.

Mantenha um 'assento ejetor'. Caso um piloto de teste experimente um problema imprevisto com seu BricsCAD, mantenha sua antiga ferramenta CAD disponível para o caso de este precisar voltar a ela por qualquer motivo.

Minimize o risco do projeto. Isole a área de testes para que você tenha apenas um número selecionado de projetos usando o BricsCAD, e mitigar seu risco. O objetivo é provar que o BricsCAD pode trabalhar em um ambiente de projeto real, mas restringir seu uso a alguns novos usuários bem treinados em um pequeno número de projetos, em primeiro lugar.

Faça tudo como você faria em produção. Configure a área de prova instalando, personalizando e usando o BricsCAD exatamente como você irá ter em produção, para que possa depurar implementações, configurações de rede e periféricos, antes de lançar o BricsCAD para todos os usuários.

Coletar dados. À medida que os pilotos de teste trabalham em seu primeiro projeto BricsCAD, e relatam quaisquer problemas, perguntas, modificações nos padrões, etc. Se os seus pilotos de teste sentirem que têm um problema válido, então é certo que a comunidade de usuários geral também deverá ter.

Altere seus materiais e padrões de treinamento conforme for necessário. Esse aspecto do campo de provas é essencial, já que qualquer coisa que você consertar agora significará uma experiência mais suave para todos os outros usuários durante a implementação completa. Nota: Vamos abordar este tópico em maior detalhe na nossa próxima postagem.

A execução de um campo de testes exige envolvimento do gerente de CAD? Sim. Esse investimento vale a pena? Sim! Use o campo de provas a seu favor e você vai otimizar o BricsCAD ainda mais, ao mesmo tempo em que terá menos problemas ao fazê-lo.

Benefícios do Treinamento

Como o BricsCAD é executado através do campo de prova, sempre pense sobre o conhecimento que você pode construir que irá ajudá-lo durante a implementação em massa mais tarde. Se você prestar atenção e fizer boas anotações, deverá aprender o seguinte:

  • Quais conceitos foram difíceis de aprender?
  • Como você explicou melhor esses conceitos difíceis?
  • Quais problemas ocorreram com maior frequência?
  • Quais problemas de hardware ou de configuração surgiram?
  • Quais métodos e padrões de trabalho funcionaram melhor?

Ao considerar essas parcelas de informação, você pode tirar conclusões sobre como irá treinar novos usuários, como vai administrar o software, e quais tipos de padrões serão necessários para que o BricsCAD funcione melhor no seu ambiente. Assim, o campo de provas não é apenas um lugar para executar o software, mas também é um laboratório de usabilidade, que vai ajudar você a otimizar o software para treinar os futuros usuários.

Provando Psicologia de Campo

implicação de bricsCAD

À medida que o campo de provas tomar forma e o BricsCAD estiver sendo usado por seus pilotos de teste, você começará a chamar a atenção de todos os outros usuários de CAD. Perguntas como “O que é este software BricsCAD?” E “Como posso experimentar?” Serão feitas. Você verá que o campo de testes do BricsCAD deixa os usuários curiosos sobre o BricsCAD, o que é uma ótima maneira de prepará-los para o treinamento. Então, responda às perguntas e prepare seus usuários para a sua experiência no BricsCAD.

Também observei que quando os pilotos de teste são vistos como trabalhadores dedicados, usuários talentosos e afiados ajudando a empresa a avançar com a nova tecnologia, você estabelece uma cultura em que ser um piloto de teste é uma meta para qualquer um. Você não preferiria que todos os seus usuários se esforçassem para serem tão bons quanto seus pilotos de teste já são? O quanto mais fácil seria para você treinar e implementar o BricsCAD se todos tivessem uma mentalidade de piloto de teste? Pense nisso.

Resumindo

Espero que a minha teoria de “campos de provas” tenha feito você pensar em como usar pilotos de testes internos para mudar o processo de implementação do BricsCAD. E, por acaso, descobri que o "campo de provas" funciona também para projetos de modelagem mecânica, BIM e personalização.

Na próxima postagem, exploraremos como criar materiais e padrões de treinamento em conjunto com o campo de provas para chegar à experiência de treinamento ideal para novos usuários do BricsCAD. --//trad mjp0519

Pronto para experimentar o BricsCAD?

Fácil de experimentar, fácil de comprar, fácil de manter. Isso é o BricsCAD. Experimente todos os nossos produtos, gratuitamente por 30 dias em www.bricsys.com/pt-br/. Liberdade de escolha, além de licenças perpétuas (permanentes) de produtos que funcionam em todos os idiomas, em todos os lugares. Você vai apreciar o que criamos para você com a família de produtos BricsCAD9.

Mais Histórias da Confraria dos Gerentes de CAD

  1. Mecânica de Instalação de Rede - Parte 1
  2. Mecânica de Instalação de Rede - Parte 2
  3. Conceitos LISP para Fácil Migração
  4. Treinamento Mínimo para Aprendizagem Máxima - Parte 1
  5. Treinamento Mínimo para Aprendizagem Máxima - Parte 2
  6. Três Etapas para a Adoção do BricsCAD
  7. Preparar para Implementação - Parte 1
  8. Preparar para Implementação - Parte 2
  9. Preparar para Implementação - Parte 3: O Campo de Provas
  10. Preparar para Implementação - Parte 3: Materiais de Treinamento
  11. Preparar para Implementação - Parte 3: Dicas de Treinamento Remotas
  12. Preparar para Implementação - Parte 6: Desenvolvimento e Suporte