Neste post eu continuo a entrevista com o especialista em CAD Martin Harrer e o especialista de TI Germar Tischler da empresa Austríaca de alarme de incêndio, segurança e sistemas de comunicações Schrack Seconet. Nesta parte, pergunto sobre o ambiente de personalização da companhia e uso de API's, antes de passar para blocos dinâmicos e intercâmbio de componentes 3D com o Revit®.

Veja aqui a Parte 1.

Ambiente Personalizado

Conte-me sobre as maneiras que você personaliza o BricsCAD.

Martin: Muito código LISP! Para algumas funções, usamos aplicações .NET. É quando há uma demanda por velocidade. Isso não é muito frequente, porque o mecanismo LISP é muito rápido.

Às vezes é mais fácil desenvolver em C#, mas isso não é frequentemente o caso. Por exemplo, converter texto a partir do Sk Unicode e de volta. Ou congelar camadas em viewports - eu escrevi uma função em C# que é mais rápida, mas não muito.

Para algumas coisas da interface do usuário, usamos o OpenDCL, que tem funcionado perfeitamente desde a V10. Tivemos alguns problemas no início, mas o suporte resolveu isso.

Então, isso é de cerca de dez anos atrás. Quanto tempo demoraram para consertar isso?

Martin: De uma atualização parcial para outra. Foi por alguns meses.

Então, para criar uma peça open-source gratuita de um software livre de terceiros com BricsCAD levou alguns meses para resolver?

Martin: Sim, porque nenhum OpenDCL teria sido um problema para nós. Existe suporte para DCL, é claro, mas o OpenDCL é mais fácil de programar e manter, por isso era muito importante para nós.

Que tipo de problema você teve?

Martin: Houve um problema ao perder o foco em algumas caixas de diálogo sem janela restrita. Eu adicionei um interruptor chamado PANIC! (Pânico!). Se algo desse errado, o usuário pressionava esse botão e o foco era corrigido. Eles não precisam mais desse botão agora!

Então você escreve algumas coisas bem complicadas.

Martin: Principalmente, é para a extração de atributos. Estamos criando um tipo especial de arquivo de texto que é lido por outra aplicação. Pensamos em conectar essa aplicação diretamente ao BricsCAD. ObjectDBX teria sido possível, eu acho. Mas ficamos com o arquivo de texto porque é hackeável. Não muito frequentemente, mas se algo estiver errado no desenho, podemos atalhar o caminho e editar o arquivo de texto!

Desenvolvimento

Antes de usar o BricsCAD, qual software você estava usando?

Martin: AutoCAD® LT.

Por que você se afastou dele?

Martin: Precisávamos da API LISP.

BricsCAD foi uma alternativa com um bom motor LISP, e agora é um motor LISP muito rápido também. Agora, é claro, o BLADE torna o desenvolvimento possível e fácil.

Também fazemos desenvolvimento em .NET C#. Eu não sou um desenvolvedor .NET, mas uso para algumas coisas que preciso.

Você teve algum problema com bugs ao usar as API's?

Martin: Sim, mas usamos o suporte, que é ótimo e rápido.

Como parte do seu desenvolvimento, você tem que adicionar coisas que estão faltando no BricsCAD que existiriam no AutoCAD®?

Martin: Sim, senti falta do comando ATTSYNC (SINCATRIB) por bastante tempo! Agora está adicionado ao BricsCAD, mas em certa época eu tive que adicioná-lo sozinho. A maioria das coisas que escrevo é específica da empresa e às vezes até específica de um projeto.

Blocos

Algo mais?

Martin: Nós não estamos realmente sentindo falta de nada. Não precisamos de blocos dinâmicos. Eu posso ver porque alguns usam eles no desenho arquitetônico, mas nos projetos elétricos eles não fazem muito sentido. É bom podermos trabalhar com eles, mas não precisamos fazê-los.

Às vezes temos desenhos elétricos onde os símbolos foram feitos com blocos dinâmicos e eu os odeio. Eu odeio eles, eu odeio eles, eu odeio eles!

Mas você ainda pode usá-los no BricsCAD?

Martin: Podemos usá-los, podemos visualizá-los, mas não podemos criá-los.

3D

Com certeza, BricsCAD tem seu próprio sistema paramétrico que funciona também em 3D, você não tem utilidade para isso?

Martin: Não para nós. Fazemos principalmente desenhos 3D para visualização e importamos alguns modelos 3D do Revit®. Porque para mim, o modelador 3D é mais fácil no BricsCAD do que no Revit®.

Modelo 3D de um detector de incêndio, criado no BricsCAD.

Você tem uma licença do Revit® também?

Martin: Sim, temos uma licença do Revit® para avaliar e para criar famílias para entregar aos nossos clientes.

Mas você faz seus modelos 3D no BricsCAD e os importa para o Revit®?

Martin: Sim.

Detector de incêndio da vida-real instalado no teto do escritório da Schrack Seconet

No próxima parte, eu vou perguntar sobre usuários que são resistentes ao uso do BricsCAD, intercambiando desenhos com outros interessados, e as implicações de TI no uso do BricsCAD.

Pronto para experimentar o BricsCAD?

Fácil de experimentar, fácil de comprar, fácil de manter. Isso é BricsCAD. Experimente todos os nossos produtos gratuitamente por 30 dias em www.bricsys.com/pt-br/. Liberdade de escolha, além de licenças perpétuas (permanentes) de produtos que funcionam com todos os idiomas, em todos os lugares. Você vai apreciar o que criamos para você, com a família de produtos BricsCAD.


consulte Mais informação

  1. Mundo Real BricsCAD - Schrack Seconet P1: Movendo para o BricsCAD
  2. Mundo Real BricsCAD - Schrack Seconet P2: Blocos de Estradas
  3. Mundo Real BricsCAD - Schrack Seconet P3: Intercâmbio de dados
  4. Mundo Real BricsCAD - Schrack Seconet P4: LISP, manutenção e suporte
  5. Mundo Real BricsCAD - Schrack Seconet P5: Procurando por erros
  6. Mundo Real BricsCAD - Schrack Seconet P6: Experiência BricsCAD