Você pode não saber disso, mas a Bricsys é uma empresa global! Recentemente, tive o prazer de conversar com a formidável dupla responsável pela tão esperada ferramenta Array Recognition. Os dois trabalham em nossos escritórios em Akademgorodok em Novosibirsk, Rússia - onde estão sendo desenvolvidas algumas das mais brilhantes e complexas tecnologias BricsCAD. E dificilmente pode ser considerada uma surpresa. A cidade foi fundada por um matemático e um mecanicista e sempre esteve na vanguarda do desenvolvimento tecnológico.

Roman é um jovem parecido com James Hetfield, apaixonado por música e leitura. Enquanto Alexander é um rapaz um pouco mais reservado no estilo Oasis-Gallagher. No entanto, me garantiram que ele é muito sociável e incentiva regularmente todos os seus colegas a se juntarem a ele em viagens de pesca.

Qual é a sua formação? O que fazia antes de trabalhar na Bricsys?

Roman: Estudei matemática aplicada na Universidade Estadual de Novosibirsk. Também mudei de emprego algumas vezes antes de começar a trabalhar na Bricsys: eu fui técnico de máquinas de dobrar, engenheiro de suporte técnico no serviço de navegação e engenheiro de garantia de qualidade. Somente depois disso comecei a trabalhar na Bricsys como desenvolvedor de software em 2017.

Alexander: Antes da Bricsys eu era estudante. Na universidade, eu preferia os cursos em que os professores nos ensinavam modelagem sólida, o que é realmente interessante para mim. Quando vi uma oferta de emprego aqui na Bricsys Technology Russia, sabia que queria trabalhar aqui. Na época foram necessárias três entrevistas, mas já trabalho aqui há 7 anos.

 

A melhor parte são as pessoas com quem trabalho todos os dias. Elas estão sempre prontas para apoiar e ajudar com conselhos. Acho que temos um ótimo time. - Roman

 

Como é trabalhar no escritório da Bricsys em Novosibirsk?

Roman: Em poucas palavras: é legal.

Nosso escritório está localizado em Akademgorodok, que é o coração da educação e da ciência na Sibéria. Mas a melhor parte, são as pessoas com quem trabalho todos os dias. Elas estão sempre prontas para apoiar e ajudar com conselhos. Acho que temos um ótimo time.

Alexander: Estamos localizados na Sibéria, perto da NSU, e podemos ver o mar da nossa janela [ele riu do trocadilho enquanto dizia isso]. No verão, também temos ótimas excursões de formação de equipes com muita ação, como rafting e montanhismo.

Como vocês avaliam o seu trabalho conjunto?

Alexander: Muito simples, temos uma boa atitude, costumamos fazer críticas, e ouvir os conselhos.

Roman: Acho que fazemos uma boa dupla. Alexander sempre fica feliz em ajudar se houver alguma dificuldade.

desenvolvimentos de tecnologia russa CAD
O Reconhecimento de Matrizes funciona com o Bloquificar.

O que vocês desenvolveram para a V20?

Roman: Reconhecimento de Matriz. Este recurso detecta automaticamente itens posicionados a distâncias regulares, e os converte em matrizes. Ele pode reconhecer alguns itens colocados regularmente em duas direções. Isso nos permite dar ao usuário a capacidade de alterar vários parâmetros: espaçamento entre elementos, número de elementos e ângulo entre direções.

Para que serve e para quem?

Roman: Por enquanto, o Reconhecimento de Matriz é usado no comando SMPARAMETRIZE e no comando BLOQUIFICAR.

SMPARAMETRIZE faz parte de nossos ricos recursos do módulo de chapas metálicas (sheet metal): reconhece automaticamente um conjunto de restrições e as utiliza para modificações precisas.

BLOQUIFICAR procura automaticamente por um conjunto idêntico de entidades (2D e 3D) e as substitui por referências de bloco. Agora, graças ao nosso algoritmo, se essas entidades forem colocadas regularmente, podemos substituí-las por matrizes!

 

Roman e eu insistimos que poderíamos enfrentar o desafio! - Alexander

 

Como vocês criaram o Reconhecimento de Matriz?

Alexander: Nos deparamos com um problema na esfera mecânica, particularmente em projetos de Sheet Metal : quando começamos a parametrizar modelos importados, percebemos que muitas conexões representavam matrizes de furos.

Egor Ermolin (responsável pelo desenvolvimento do Sheet Metal) e Dmitry Ushakov (CEO da Bricsys Technologies Russia) sugeriram pesquisar esse problema, e Roman e eu insistimos que poderíamos enfrentar o desafio!

Depois disso, nossos colegas do escritório de Ghent (Bricsys HQ) sugeriram incluí-lo no BricsCAD BIM também. Para nós, foi uma ideia muito interessante, porque o BIM é uma esfera realmente diferente da mecânica e a Roman teve que adaptar a API para essa esfera.

desenvolvimentos de tecnologia russa CAD
Use Parametrizar em chapa metálica, para fazer o melhor uso do Reconhecimento de Matriz

Roman: O ponto de entrada para nós se tornou o comando SMPARAMETRIZE . Quando pensamos em possíveis aprimoramentos para este comando, prestamos atenção a um dos modelos de nossos clientes, onde havia um conjunto de orifícios regularmente colocados. A partir daqui, surgiu a ideia do reconhecimento de matriz.

Se nós pudermos detectar que algumas entidades estão colocadas regularmente, e pudermos extrair os parâmetros dessa regularidade, poderíamos então oferecer ao usuário uma ferramenta poderosa para alterar um modelo, enquanto garantimos a manutenção da intenção inicial do projeto.

 

“A parte mais difícil do trabalho foi provar a Roman que podíamos administrá-lo.” - Alexander

 

Qual foi a parte mais complicada do processo de design?

Alexander: Para mim, a parte mais difícil do trabalho foi provar a Roman que podíamos administrá-lo.

Roman: Bem, eu acho que hoje está identificando apenas as matrizes adequadas. Outra dificuldade foi que um elemento pode fazer parte de várias matrizes possíveis e precisamos criar uma maneira de decidir qual é o melhor para cada elemento.

Vocês poderão adaptar isso ao 3D?

Roman: Este é um dos nossos objetivos. É uma tarefa difícil que exigirá muito esforço, mas acho que devemos ser capazes de fazê-lo!

Alexander: Acredito e sei que teremos o reconhecimento de matrizes 3D, agora temos algumas idéias que podem nos ajudar nesse reconhecimento 3D, mas nossa experiência nos mostra que qualquer idéia brilhante pode dar certo em determinados cenários. Precisamos aproveitar nossa experiência atual e obter uma nova experiência, mas sei que podemos fazê-lo.

 

“Trabalhamos para a satisfação do usuário.” - Roman

Algum plano para desenvolver isso ainda mais no futuro?

Roman: Claro, se nossos usuários gostarem, continuaremos! Trabalhamos para a satisfação do usuário.

Alexander: Antes de tudo, queremos reconhecer círculo, matriz por caminho especial, matriz 3D e matriz por caminho 3D. Também queremos melhorar o reconhecimento básico de matrizes. Gostaria de melhorar essa parte do algoritmo para que 99% das vezes o usuário receba o resultado esperado e possa reconstruir instantaneamente o modelo.

Parque Tecnológico de Novosibirsk

 

Download grátis do BricsCAD por 30 dias

 

Crie desenhos isométricos explodidos em minutos

Licenças permanentes ou por aluguel, que funcionam em todos os idiomas, em todas as regiões.