Bruxelas, muitas vezes referida como a "Capital Art Nouveau", possui mais de 500 edifícios Art Nouveau. Em cada mês de Abril... Festival BANAD dá ao público uma oportunidade única de visitar casas, escolas e até mesmo igrejas art nouveau e art déco em toda a cidade de Bruxelas, muitas das quais são normalmente fechadas para visitação pública. Neste ano, 40 edifícios abrem suas portas.

Durante todo o festival, a visitação será aberta a vitrais com tons laranja e amarelos claros, clarabóias e grandes janelas em forma de baía e ferradura, que decoram os edifícios. Desenhos geometricamente estilizados, pisos de mosaico, a primeira iluminação elétrica, e influências decididamente Japonesas e Egípcias combinam-se para tornar Art Nouveau e Art Deco tão decididamente de sua época.

Eu tive a oportunidade de visitar apenas alguns dos edifícios do festival deste ano.

Casa Devalck

Devalck House oustide art nouveau art deco Bruxelas BANDAN
Casa Devalck

Em 1900, os números 24 e 34, rua André Van Hasselt, foram construídos pelo arquiteto para Gaspard Devalck. Devalck House foi construída como a casa pessoal de Devalck. As outras casas foram construídas como um portfólio para demonstrar a flexibilidade do arquiteto e cada uma tem seu próprio estilo e gostos únicos.

Gaspard Devalck Art nouveau Arte deco Bruxelas BANDAN
Os números 24-34, rue André Van Hasselt, demonstram um estilo eclético.

Eu tive o privilégio de der um passeio na casa por uma de suas proprietárias. Ela é claramente apaixonada por Art Nouveau e restaurou o prédio para uma constituição tão fiel quanto possível. Cada peça de mobiliário e obra de arte é autêntica.

Raphaël Évaldre Gaspard Devalck Casa janelas de vidro stainded art nouveau
À esquerda: Pavimento térreo. À direita: Andar superior.

A característica mais proeminente, de tirar o fôlego, nesta casa são os vitrais, provavelmente de Raphaël Évaldre. Lírios coloridos decoravam os portais, começam mais fechados, e gradualmente vão se abrindo à medida que o observador se move em direção à frente da casa.Raphaël Évaldre Gaspard Devalck vitrais art nouveau art déco bruxelas BANDAN

Em função do edifício estar tombado pelo patrimônio artístico e cultural na cidade, há muitas restrições sobre qualquer trabalho de renovação. Pequenos adesivos decoram as paredes onde a pintura foi cuidadosamente removida, camada por camada. Na casa ainda se observa alguns revestimentos originais, em estuque composto por crinas de cavalo.

preservação Art nouveau Art deco bruxelas BANDAN
Esses adesivos permitem que a organização de controle garanta que a cor e o equilíbrio de luz sejam mantidos quando a foto é tirada, para que a nova cor possa ser verificada

Casa Cohn-Donnat

Cohn-Donnat House Paul Hamesse interior Art nouveau Art deco Bruxelas BANDANEsta casa foi remodelada por Paul Hamesse em 1904, responsável por muitos dos edifícios Art Nouveau em Bruxelas. Entrar pela porta é como estar em uma máquina do tempo. Os visitantes são recebidos por um amplo e espaçoso hall de entrada com uma escadaria de mármore e elegantes portas de vitral. Muitas das peças originais de móveis do ambiente ali permanecem.

Cohn-Donnat House Paul Hamesse interior Art nouveau Art deco Bruxelas BANDAN
Esta janela costumava abrir-se para o jardim

A parte mais expressiva do interior é o teto (veja a segunda imagem abaixo). Painéis de madeira e vitrais dividem os quartos, mas o vidro e as grandes claraboias dão uma sensação de abertura e espaço.

Art nouveau Art deco Bruxelas BANDANCada pedaço de vidro tem uma textura ondulada única, que dispersa a luz ao entrar no prédio. Combinado com o tecido pintado, usado no lugar do papel de parede nas paredes, todo o edifício tem uma qualidade extremamente táctil.

Cohn-Donnat House Paul Hamesse café interior Art nouveau art déco bruxelas BANDAN

A área onde ficava o jardim foi convertida em um charmoso café. As janelas, no entanto, foram removidas, e o teto com vitrais coloridos permanece. Garçons e garçonetes servem através das janelas. É um dos cafés mais incomuns que já visitei.

Casa Taelemans

Victor Taeleman Casa Art nouveau Art deco Bruxelas BANDANProjetada por Victor Taeleman, esta casa apresenta uma porta de entrada nada convencional, de vitrais coloridos, em formato de teia de aranha (veja na imagem abaixo).

A escadaria sobe 3 andares e tem corações cortados na madeira a cada 4 balaústres. O armário embaixo da escada é decorado por corações invertidos, composto por vitrais, insinuando o passado sombrio do prédio.

Victor Taeleman casa Art nouveau art deco Bruxelas BANDAN teia de aranha porta de vidroO teto deste edifício é particularmente impressionante com um design geométrico minimalista e levemente elevado, sem dúvida influenciado pelo Mackintosh. Há também um design de radiador exclusivo que tem um armário fundido acima dos canos de água, provavelmente para aquecer chapéus, cachecóis e luvas no inverno. Algo que eu adoraria ter em minha própria casa!

Pelo fato de ser uma casa particular, fotografias do interior não foram permitidas, no entanto muitas imagens deste extraordinário prédio estão disponíveis aqui.

Escola 13

Escola não. 13 ginásio Art nouveau Art deco Bruxelas BANDANProjetado pelo arquiteto Henry Jacobs, como duas escolas: uma para meninos e a outra para meninas, com um jardim de infância anexado. Ainda funciona como uma escola de trabalho e muitas das salas de aula têm seus móveis originais. É certamente mais bonito que a maioria das escolas que se conhece!

escola 13 corrimão Art nouveau Art deco bruxelas BANDAN
Os corrimões são definidos em duas alturas diferentes, para acomodar crianças de diferentes idades.

A permissão para a construção foi concedida em 1907. A escola das meninas foi concluída em 1913, no entanto, devido à Primeira Guerra, a construção foi interrompida. A escola para os meninos foi concluída somente em 1922, razão pela qual o 'sgraffito' no ginásio da escola dos meninos retrata o Rei Albert I em trajes militares.

Escola não. 13 mosaico título andar crianças Art nouveau art déco bruxelas BANDANNo chão da entrada do jardim de infância, há um mural em mosaico com imagens com cavalos e tambores. Na imagem abaixo, na parte superior, um sgraffito mostra uma paisagem ligeiramente abstrata ao longo de seu comprimento.

sgraffito crianças berçário do jardim de infância Art nouveau Art deco bruxelas BANDANA escola faz um uso fantástico da luz natural. Todas as salas de aula tem janelas de frente para o Nordeste ou Sudoeste (a cidade está no hemisfério Norte), para equilibrar a fonte de luz natural. Nos salões principais, há grandes clarabóias de estilo geométrico descendo para o centro.

iluminação elétrica Art nouveau Art deco bruxelas BANDAN
Aqui um exemplo de algumas das primeiras luzes elétricas.

Igreja Sainte-Suzanne

Igreja de Sainte-Suzanne Igreja de concreto de Jean CimbazProjetada por Jean Cimbaz, que antes disso nunca havia projetado uma igreja. Foi concluída em 1928 e é a primeira igreja de concreto a ser construída na Bélgica. Foi inspirado pela Notre-Dame du Raincy, na França.

Igreja de Sainte-Suzanne Jean Cimbaz igreja concreta Art nouveau Art deco bruxelas BANDAN
Esquerda: Igreja de Sainte-Suzanne. Direita: Notre-Dame du Raincy, França. Zairon CC BY-SA 4.0, via Wikimedia Commons. (Editado para brilho e contraste.)

O projeto incomum sofreu críticas por muitos anos, particularmente em função da atmosfera de natureza leve e colorida do seu interior.

Igreja de Sainte-Suzanne Jean Cimbaz igreja concreta Art nouveau Art deco bruxelas BANDAN

A igreja tem altura de 49 m e possui uma cruz de concreto geométrica, incomum, de 4,5 m de altura. Embora católica, a igreja tem a forma em planta quadrada. Possui 6 grandes vitrais, 3 de cada lado. Esses foram todos substituídos entre 1950-56. O vidro no altar e na entrada permanecem ainda do projeto original, e o telhado tem 9 cruzes em vitrais coloridos. O púlpito, as cabines de confessionário, e todos os demais altares apresentam a típica e geométrica Art Déco, com o piso em mosaicos nas cores da bandeira belga: preto, amarelo e vermelho.

Salve Nossos Elevadores

Art nouveau art deco bruxelas BANDAN elevador elevador do eixo
Nenhuma quebra de segurança neste elevador. Você o usaria?

Um aspecto interessante - e um tanto inesperado do Festival, foram os elevadores. Em uma postagem anterior, eu falei sobre a invenção do elevador seguro por Elisha Otis. No entanto, muitos dos elevadores em edifícios que foram construídos na virada do século passado não atendem as maiores exigências da legislação moderna, condenando o uso de muitos elevadores antigos em Bruxelas.

Art nouveau art deco bruxelas BANDAN elevador elevador retro vintageIsso tem causado enorme indignação. Muitos consideram os métodos de testes de perfomance atuais muito brutais e equivalentes à condenação por destruição. Quando você vê esses elevadores pessoalmente, você pode entender as preocupações dos moradores e proprietários. Uma campanha chamada Salve nossos Elevadores foi iniciada, e procura preservar os elevadores.

Art nouveau Art deco bruxelas BANDAN retro elevador elevador vintage

A arte esquecida do Sgraffito

Art nouveau Art deco Bruxelas BANDAN Sgraffito

Sgraffitos decoram o interior e o exterior dos edifícios Art Nouveau em toda a cidades de Bruxelas. A técnica - a um certo modo experimental, envolvia a aplicação de camadas de gesso, adicionando uma tonalidade à superfície ainda úmida e arranhando a superfície para revelar as camadas abaixo. Infelizmente, essas não resistiram ao teste do tempo e quase todas desmoronaram desbotadas ou foram simplesmente removidas. Poderia ser uma arte perdida nas areias do tempo? --//trad mjp0419

Por que você não testa suas habilidades no design?

Fácil de experimentar, fácil de comprar, fácil de possuir. Isso é BricsCAD®. Experimente todos os nossos produtos, por 30 dias grátis para www.bricsys.com/pt-br/. Liberdade de escolha, além de licenças perpétuas (permanentes) de produtos que funcionam em todos os idiomas, em todos os lugares. Você vai apreciar o que criamos para você com a família de produtos BricsCAD9.


Leia aqui um RESUMO do artigo

Bruxelas, a 'Capital Art Nouveau', possui mais de 500 edifícios Art Nouveau. Em cada mês de Abril o Festival BANAD comemora isso. Edifícios Art Nouveau se concentram no uso de luz natural e artificial, cores brilhantes e influências Japonesas. Vitrais e clarabóias são uma característica comum nestes edifícios. Sgraffitos também eram comuns, no entanto, eles caíram em desuso. Muitos elevadores da época são considerados perigosos e um grupo começou a conservar esses monumentos históricos.