Bem-vindo ao Customizing BricsCAD, uma referência de tutorial para usuários que desejam melhorar, personalizar o BricsCAD! Este livro ensina como alterar a interface do usuário, criar novos menus e padrões de hachura, escrever código LISP e muito mais. Toda semana eu vou explorar um aspecto diferente da personalização do BricsCAD.

Por que Personalizar o BricsCAD?

Se você é um desenhista bagunçado como eu, vai apreciar como o software de computador faz você trabalhar mais limpo. Para alguns desenhistas, isso é o que BricsCAD significa: uma máquina para desenhar melhor.

O verdadeiro poder por trás do CAD (Projeto Assistido por Computador) é, no entanto, sua capacidade de ser personalizado de acordo da maneira como você trabalha. Customize é um jargão para permitir que o CAD faça algo dos desenhos para você. Isso varia desde empregar padrões de linhas específicos à sua disciplina até a geração de escadas 3D para caber entre dois andares - e mais.

O benefício? Você realiza seu trabalho em menos tempo ou, se você é freelancer, realiza mais trabalhos ao mesmo tempo.

A desvantagem? Personalização leva um pouco de tempo:

  • Você precisa de tempo para aprender como personalizar o BricsCAD - é sobre isso que trata esta série de tutoriais
  • Então você precisa de mais tempo para criar a personalização

Tempo não é algo que a maioria dos profissionais possui. Às vezes, me pego editando repetidamente com a falsa crença de que levaria mais tempo para escrever (e depurar) uma macro para automatizar a tarefa do que repeti-la manualmente. Então, eu tenho essa regra geral:

Escreva uma macro (automação) quando a mesma ação for repetida mais de três vezes.

É da responsabilidade do programador facilitar a automação para o usuário final. Ainda assim, o tempo que você investe em automação o torna um usuário mais produtivo do BricsCAD, mesmo no curto prazo.

As informações nesta referência se aplicam igualmente ao BricsCAD em execução em Linux, no macOS e no Windows. Quando houver diferenças em relação ao Windows, o as porções em Linux e em macOS são indicadas por um texto em verde.

As Muitas Maneiras de Personalizar BricsCAD

Pela minha contagem, existem mais de duas dúzias de maneiras de personalizar o BricsCAD. Alguns desses métodos dependem da edição do BricsCAD instalada no seu computador: as edições Pro e Platinum oferecem mais opções do que a edição Classic. Quando há diferenças em relação ao Windows, as partes de Linux e de macOS são indicadas por texto em verde.

Aqui, listo as tarefas de personalização suportadas pelo BricsCAD em ordem alfabética, juntamente com as extensões de arquivo de três letras relacionadas. A maioria deles será abordada em um post posterior:

  • Customizando o ambiente através de opções da linha de comandos e outras configurações
  • CUI Elementos da Interface do Usuário, como a faixa de opções, assistente LookFrom, e abas de desenho
  • DCL Linguagem de Controle de Diálogo, para caixas de diálogo personalizáveis
  • DWG DraWinG para armazenar desenhos e criar símbolos personalizados (consulte Inside BricsCAD).
  • DXF Formato de Intercâmbio de Desenho
  • Texto do campo
  • FMP Mapeamento de Fontes
  • PGP Alias e comandos do shell
  • CUI Teclas personalizáveis, botões, menus, barras de ferramentas e faixa de opções
  • LIN Tipos de linha simples e complexas, personalizáveis
  • LSP Linguagem de Processamento em Lista, semelhante ao AutoLISP
  • OLE Vinculação e incorporação de objetos (não disponível no Linux ou macOS)
  • PAT Padrões de hachura
  • Cursor Quad
  • Dicas de rolagem
  • SCR Arquivos de script
  • SDS Sistema de Desenvolvimento de Soluções, semelhante ao ADS do AutoCAD (SDS e ADS estão obsoletos*)
  • SLD Slides
  • Variáveis, caixa de diálogo Configurações e comando SetVar
  • VBA Visual Basic for Applications

* Descontinuado é o termo de programador que significa, sim, SDS ainda está incluído no BricsCAD, mas é tão antigo que a Bricsys recomenda que você use o BRX no lugar daquele.


Alguns métodos de personalização são projetados para o usuário-final, como modificar macros da barra de ferramentas, menus e rotinas LISP, sobre as quais você vai aprender nessas postagens. Outros métodos são destinados a programadores profissionais, como BRX/TX e VBA.

Entre os dois níveis, existem muitas outras possibilidades de personalização. Por exemplo, é difícil descobrir a codificação dos padrões de hachura, mas alguns usuários entusiasmados gostam de mexer com eles. Você aprenderá sobre tudo isso também.

QUE PERSONALIZAÇÃO VOCÊ UTILIZA?

Dito isto, você precisa tomar algumas decisões ao longo do caminho. Ao escrever com o BricsCAD, faça um registro mental ou escrito do seu trabalho. Em particular, você deve registrar tarefas repetitivas de desenho, porque esses são os principais candidatos à personalização. Como enfatizou um pioneiro no mundo do CAD, “Você nunca deve traçar a mesma linha duas vezes.” (Na prática, nós fazemos isso, é claro.)

Em seguida, decida quais das possibilidades de personalização do BricsCAD se aplicam às tarefas repetitivas que você descobriu. Algumas soluções são óbvias, como escrever arquivos .lin para padrões de linhas personalizadas. Outros são menos óbvios: para desenhar aquela escada 3D, você deve usar a Ferramenta de Escada? (Provavelmente.) Um arquivo de script? (Talvez.) Uma rotina LISP? (Sim.) Ou uma macro de menu? (Talvez.)

Por esses motivos, é bom se familiarizar com a maioria das possibilidades de personalização do BricsCAD - mesmo que você raramente use a maioria delas. Dessa forma, você cria uma solução empregando as melhores ferramentas. Você saberá quando entregar o trabalho a um programador profissional, mas manterá uma supervisão inteligente do resultado.

Uma terceira solução é aprender sobre os programas complementares disponíveis por programadores amadores e profissionais. A Bricsys possui uma parte inteira de seu site, dedicada a complementos que funcionam com o BricsCAD na Bricsys App Store (Loja de Aplicações).

loja de aplicativos bricsys bricscad personalize com aplicativos
Aplicações executados no BricsCAD por Desenvolvedores Terceiros.

Além disso, você pode encontrar utilitários escritos para o AutoCAD® pode muito bem funcionar em BricsCAD.

A maior parte dos complementos foi escrita por programadores para resolver seus próprios problemas com o CAD. Ao saber como personalizar o BricsCAD, você pode modificar suas rotinas para atender às suas necessidades, o que é muito mais fácil do que escrever a partir do zero.

VERSÕES DO BRICSCAD

Existem várias versões do BricsCAD e estas postagens são para todas elas:

  • BricsCAD Classic - manuseia quase todas as personalizações listadas nessas postagens; não suporta programação VBA (encontrada nas minhas postagens), bem como COM, BRX e .Net (não estarão nas postagens).
  • BricsCAD Pro - suporta todas as personalizações descritas por essas postagens e manuseia a maioria das APIs fornecidas pela Bricsys.
  • BricsCAD Platinum - idêntico ao Pro, no que diz respeito às postagens.
  • BricsCAD BIM e BricsCAD Mechanical - idêntico ao Pro, no que diz respeito às postagens.
  • BricsCAD Ultimate - idêntico ao Pro, no que diz respeito às postagens.
  • BricsCAD Shape é um software grátis para projeto 3D que possui capacidade limitada de personalização (não coberto nesta série).

Consulte a página da Web para tabelas que listam as diferenças entre as três edições primárias. A imagem abaixo mostra uma pequena parte da tabela de comparação.

Comparando as três edições do BricsCAD

A versão gratuita de 30 dias do BricsCAD é a edição Ultimate, que consiste na versão Platinum e nos especializados BIM e Mechanical. É útil para você experimentar todos os exercícios nessas postagens.


Download Grátis do BricsCAD por 30 dias

Comece a usar o BricsCAD hoje

Licenças permanentes ou por aluguel, que funcionam em todos os idiomas, em todas as regiões.


  1. Introdução
  2. 55 Dicas para Usuários do BricsCAD
  3. Configurações
  4. Mudar o Ambiente
  5. Interface de Usuário Personalizada
  6. Introdução ao Diálogo Personalizar
  7. Personalizar a barra de Menus & Menus de Contexto
  8. Barras de ferramentas e ícones de botão
  9. Escrever Macros e o Código Diesel
  10. Painéis e guias da faixa de opções
  11. Atalhos de teclas, aliases e comandos do shell
  12. Botões do mouse, clique duplo e tablet
  13. Absolutamente tudo o que você precisa saber sobre o Quad
  14. Propriedades de sobreposição
  15. Áreas de trabalho e a interface do usuário
  16. Projetando Painéis de Ferramentas e Estrutura
  17. Criando tipos de linha simples e complexos
  18. Padronizar Hachuras
  19. Decodificação de formas e fontes
  20. Codificação com texto do campo
  21. Escrevendo scripts
  22. Programando com LISP (Introdução)
  23. Funções LISP